segunda-feira, 23 de maio de 2011

2

Saudade disso tudo.

Andei um tanto meia que confusa, meia depre. percebi que ficar sentada no ''tôco'' nada se resolveria. E fui a luta ( luta lembra guerra, eca!!!) mas, fui me abrindo ou melhor me permetindo a ir ao encontro do ''novo'' sem resistencia ( assim acho eu), é que ás, vezes bate um ''medinho'' né?
Vim pra Manaus, na companhia do marido (militar), largando tudo pra trás ( familia, faculdade e outras coisas mais). Por um instante achei que não conseguiria sobre viver longe de todos ( filhos,neto, mãe,amigos), e não é que depois de quase tres anos ausente de todos e tudo já estou me acostumando com a idéia???? ( embora ontem senti um xaudade de todos...snif,snif..).
Pensando com meus botões, disse: a dor é profunda, machuca e machuca, mas nem tudo na vida é felicidade quando estamos juntinho ou quase colados aos familiares que quer dizer que, os amamos ( deu pra entender???).
Pelo contrário a ''ausencia'' nos ensina a trabalhar melhor nossos sentimentos ( que ás vezes esquecemos só pelo fato de estar todos juntos), percebi o quanto os amo mesmo que distante, ( talvez se estivesse bem próximo não sentiria isso bem profundo dentro de mim). Sempre que falo com meus filhotes digo sempre ''amo vcs.''. Mas digo com desejo do coração,( parece que nesse momento o coração fala por nós).
E isso é ótimo.
A distancia nos ensina a ser mais amavéis, hulmides e saudosos.
Amo minha familia, e não me canso de falar.
Marido, esse trago dentro do meu coração (uma pessoa que pela profissão se torna ausente, mas entendo, faz parte do oficio)  com certeza ele nos leva dentro do seu coração.
Quando tudo isso acabar ( já está quase chegando o fim, maridão vai pra reserva...afff, não vejo a hora). Vou curti o máximo junto a minha famila.
Por isso e por causa disso, resolvi sair do ''tôco'' e  arregaçar as mangas e fazer o meu melhor, quem sabe ''ELE'' tá querendo mostrar esse meu lado, que um dia resolvi abondonar?????...rssss.
Se ta valendo a experiência????????  Digamos que sim.
Olha que eu resisti...he,he,he.
Determinei que, farei do artesanato a minha profissão, sei que o começo vai ser meio que...mas to dentro.
Pra quem não sabe, há 18 anos que eu conheço essa aréa e que, um dia fiz muito uso mas, pelos encontros e desencontros da vida, abondonei.
Estou aqui de volta, as vezes bate aquela ''preguicinha'' mas, quando lembro que quero isso como profissão me reanimo.
Marido????? claro quando esta em casa ( de vez quando, quase nunca) me ajuda.
Ele me dá a maior fôrça.
Eitcha, acho que hoje descobri que tenho PC. Geralmente nunca escrevo, prefiro só ler ( principalmente o blog da Elaine Gasparetto, Dia a dia corridinho, Fernanda Reali e outros...a lista é enorme) Será, que resolvi desabafar????
Desistir, jamais mesmo que na hora doa.
Vou nessa pq. já batendo aquela fome , já ta ficando tarde nem percebi o relógio. Prometi que hoje dormiria cedo, amanhã tenho compromisso, estou ministrando aula, no SAIPM ( Marinha do Brasil) viram???? tô ficando chique benhêêê.
Depois curso vou postar as fotos.

Bjs.



2 comentários. Para comentar clique aqui.:

Maria Girassol disse...

oi flor, o que vc n entendeu vc me explica que tento te ajudar, viu?

xeiros

Vera Lúcia disse...

Amiga,nada entendi dá pra traduzir...não se não causa trauma...kkkkkk.